Mato Grosso revive a cultura paraguaia

As tradições e a cultura paraguaia estiveram presentes durante a Festa de Nossa Senhora da Guia, em Várzea Grande. O grupo folclórico “Anga Rory” vindo de Asunción, se apresentou no sábado 12 de maio durante o almoço, na tradicional festa, que está completando 120 anos.

E a presença do grupo folclórico serviu para relembrar o papel da colônia paraguaia na formação de Várzea Grande: uma família paraguaia católica passou a residir na cidade logo após a Guerra da Tríplice Aliança (entre o Paraguai, Argentina, Brasil e Uruguai) e ganhou a primeira imagem de Nossa Senhora da Guia, que se tornou sua santa de devoção. A partir disso, a casa da família passou a ser um lugar de peregrinação e oração. Após a sua morte, foi construída a primeira capelinha, onde hoje é a Igreja de Nossa Senhora da Guia.

A cônsul honorária do Paraguai em Mato Grosso, Angela Maria Fernandez, foi a organizadora do evento e comentou que o grupo folclórico conta com quatro casais de bailarinos, uma cantora e três tocadores de harpa (instrumento típico daquele país). O grupo tem, entre suas metas, fomentar convênios e intercâmbios culturais para difundir a cultura paraguaia. Ele já se apresentou em Porto Alegre, nos Estados Unidos, na Venezuela e na Argentina.

A Festa de Nossa Senhora da Guia foi realizada no Centro Pastoral, ao lado da Igreja do Carmo, no centro de Várzea Grande.

A cônsul do Paraguai em Mato Grosso, Angela Maria Fernandez com o grupo folclórico "Anga Rory"

A cônsul do Paraguai em Mato Grosso, Angela Maria Fernandez com o grupo folclórico “Anga Rory”

Lilia Doldán e os meninos de Arpa Roga

Lilia Doldán y los chicos de Arpa Roga

A presença da colônia paraguaia, em Cuiabá e cidades da região durante a Guerra do Paraguai, levou o governador de Mato Grosso José Vieira Couto de Magalhães a implantar um presídio nas imediações da capital, para isolar os cidadãos do país com o qual o Brasil lutava. 

O local escolhido ficava numa grande várzea na margem direita do rio Cuiabá. Com o fim do conflito o antigo presídio transformou-se em um vilarejo onde brasileiros e paraguaios viviam harmonicamente.

A fundação foi em 15 de maio de 1887. Ao lado do antigo presídio, sacerdotes construíram a Igreja de Nossa Senhora da Guia. Atualmente varias indústrias estão instaladas no município. O Aeroporto que atende Cuiabá localiza-se em Várzea Grande. 

Fonte: Jornal O Documento, uma impressao digital. Cuiabá.

Anúncios

Sobre paraguaiteete

O Núcleo Cultural Guarani “Paraguay Teete” nasceu em junho de 2009 em São Paulo, Brasil, da mão de admiradores da cultura guarani residentes nessa cidade para difundir a rica cultura da República do Paraguai. Dentre os principais objetivos do Núcleo, podemos destacar: 1. Gerar uma imagem diferente daquela que muitos brasileiros têm do país (como por exemplo, a ideia de que o Paraguai se reduz a Ciudad del Este) por meios de eventos culturais tais como apresentações de documentários, palestras, gastronomia, música e cursos. 2. Fortalecer a identidade cultural de paraguaios e descendentes residentes no Brasil por meio da difusão permanente da cultura e da língua Guarani. 3. Proporcionar espaços e contatos para os profissionais paraguaios das diferentes modalidades artísticas, dando-lhes a possibilidade de ter acesso ao rico circuito cultural brasileiro e, em contrapartida, oferecer a mesma oportunidade para brasileiros que queiram conhecer ou desfrutar da autêntica cultura paraguaia. 4. Defender a dignidade, a imagem e a história do Paraguai e dos seus descendentes perante situações discriminatórias, tratos pejorativos, piadas e chacotas que a mídia do Brasil vem produzindo constantemente. 5. Acionar a Polícia Federal contra criminoso que usam a internet para caluniar com comentários racistas que violem a Lei Nº 7.716/89: Art. 1° diz “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Assim como o Art. 20° que diz “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. El Núcleo en castellano: El Núcleo Cultural Guaraní "Paraguay Teete" nació en junio de 2009 en la ciudad de São Paulo, Brasil, de la mano de admiradores de la cultura guarani residentes en esta ciudad para difundir la rica cultura de la República del Paraguay. Entre los objetivos se encuentran: 1. Generar una imagen diferente de la que los brasileños tienen del país (entre otras ideas de que piensan que Paraguay se reduce a Ciudad del Este). 2. Fortalecer la identidad cultural del paraguayo y de sus desendientes residentes en el Brasil a través de la difusión permanente de la Cultura Guaraní resaltando siempre el idioma Guaraní. 3. Proporcionar espacios y contactos para los profesionales de las diferentes modalidades artísticas, dándoles la posibilidad de acceder al rico circuito cultural brasileño y a
Esse post foi publicado em Cultura, Prensa / Imprensa e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Mato Grosso revive a cultura paraguaia

  1. Claudia Veronica Fernandez Marti disse:

    Como Paraguaia aplauso de pé e tenho muita honra da nossa terra chamada PARAGUAI.

  2. NilsonGayozo disse:

    lindo demas!!!.. adorei!!

  3. ELZA BRITEZ DE SOUSA disse:

    Muy lindo…nuestra tradicción no se puede perder por estarmos lejos de nuestra Patria…
    te amo PARAGUAY

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s