Denúncia do preconceito enraizado no inconsciente

O Paraguai na voz de Rita Lee

Na canção “As Mina de Sampa”, a consagrada roqueira paulistana Rita Lee canta: “As mina de Sampa estão na moda, na roda, no rock, no enfoque! É do Paraguai a grife made in Nova Iorque”.

Pela análise deste breve trecho, pode-se dizer que “Paraguai” foi utilizado como referência a falsificação, no sentido de que, em São Paulo, vendem-se muitos produtos falsos como se fossem de grifes nova-iorquinas. Esta associação, infelizmente, é algo natural entre muitos brasileiros, que a transmitem mesmo sem maldade ou brincadeira.

É bem provável que Rita Lee não tenha desejado usar o nome do país com a intenção de ofender o povo paraguaio. Ao que parece, a cantora apenas reproduz algo que está no inconsciente de muitos de seus conterrâneos: o Paraguai como um sinônimo inequívoco e natural de falsificação e pirataria. Deste modo, a letra da canção deve servir como denúncia a um preconceito disfarçado de normalidade.

Sejamos críticos com relação a nossos próprios pensamentos. Um preconceito, mesmo que proferido inconscientemente ou em tom de brincadeira, pode gerar desconforto e até discriminação. É necessário, portanto, refletir sobre o que se está falando e não simplesmente reproduzir conceitos e estereótipos.

É supreendente esta manifestação partir desta antiga roqueira brasileira, Rita Lee Jones. Apesar de ela ser uma representante fiel da classe média paulistana, é supostamente esclarecida, e escreveu a canção chamada “Pagu”, explicando que as mulheres brasileiras não são “só bundas”, portanto, combatendo preconceitos.

O que aconteceu com a senhora Lee Jones? Entre no link abaixo e ouça a canção que destrata o Paraguay e seu povo.

Link para acesso à canção “As Mina de Sampa”

Letra da canção na íntegra:

As mina de Sampa são branquelas que só elas, pudera!

Praia de paulista é o Ibirapuera

As mina de Sampa querem grana de um cara bacana, de poder!

Um jeito americanês de sobreviver

As mina de Sampa são modernas, eternas dondocas!

Mas pra samba no pé tem que nascer carioca

Tem mina de Sampa que é discreta, concreta uma lady!

Nas rêivi ela é véri, véri krêizi

Eu gosto as pampa das mina de Sampa!

As mina de Sampa estão na moda, na roda, no rock, no enfoque!

É do paraguai a grife made in Nova Iorque

As mina de Sampa dizem mortandeila, berinjeila, apartameintu!

Sotaque do Bexiga, nena, cem pum ceintu

As mina de Sampa conhecem a Bahia por fotografia, que natureza!

Toda menina baiana vive na maior moleza

As mina de Sampa dão duro no trampo, no banco, mãos ao alto!

Ou dá ou desce ou desocupa o asfalto

Eu gosto as pampa das mina de Sampa

Anúncios

Sobre paraguaiteete

O Núcleo Cultural Guarani “Paraguay Teete” nasceu em junho de 2009 em São Paulo, Brasil, da mão de admiradores da cultura guarani residentes nessa cidade para difundir a rica cultura da República do Paraguai. Dentre os principais objetivos do Núcleo, podemos destacar: 1. Gerar uma imagem diferente daquela que muitos brasileiros têm do país (como por exemplo, a ideia de que o Paraguai se reduz a Ciudad del Este) por meios de eventos culturais tais como apresentações de documentários, palestras, gastronomia, música e cursos. 2. Fortalecer a identidade cultural de paraguaios e descendentes residentes no Brasil por meio da difusão permanente da cultura e da língua Guarani. 3. Proporcionar espaços e contatos para os profissionais paraguaios das diferentes modalidades artísticas, dando-lhes a possibilidade de ter acesso ao rico circuito cultural brasileiro e, em contrapartida, oferecer a mesma oportunidade para brasileiros que queiram conhecer ou desfrutar da autêntica cultura paraguaia. 4. Defender a dignidade, a imagem e a história do Paraguai e dos seus descendentes perante situações discriminatórias, tratos pejorativos, piadas e chacotas que a mídia do Brasil vem produzindo constantemente. 5. Acionar a Polícia Federal contra criminoso que usam a internet para caluniar com comentários racistas que violem a Lei Nº 7.716/89: Art. 1° diz “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Assim como o Art. 20° que diz “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. El Núcleo en castellano: El Núcleo Cultural Guaraní "Paraguay Teete" nació en junio de 2009 en la ciudad de São Paulo, Brasil, de la mano de admiradores de la cultura guarani residentes en esta ciudad para difundir la rica cultura de la República del Paraguay. Entre los objetivos se encuentran: 1. Generar una imagen diferente de la que los brasileños tienen del país (entre otras ideas de que piensan que Paraguay se reduce a Ciudad del Este). 2. Fortalecer la identidad cultural del paraguayo y de sus desendientes residentes en el Brasil a través de la difusión permanente de la Cultura Guaraní resaltando siempre el idioma Guaraní. 3. Proporcionar espacios y contactos para los profesionales de las diferentes modalidades artísticas, dándoles la posibilidad de acceder al rico circuito cultural brasileño y a
Esse post foi publicado em Cultura, Prensa / Imprensa e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s