Nobel da Paz pede uma investigação justa sobre o massacre de Curuguaty

O argentino prêmio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel e um grupo de intelectuais de vários países clamaram, em uma carte difundida hoje, por uma “investigação imparcial” sobre o massacre de camponeses e policiais que supôs a destituição do presidente Fernando Lugo.

A Frente Guasu, congregação de partidos da esquerda paraguaia à qual pertence Lugo, divulgou neste domingo a carta pela qual intelectuais de distintos países manifestam sua preocupação pelo decorrer da investigação judicial levada a cabo até a data, que consideram “claramente parcial e viciada de nulidade”.

O texto conta com as assinaturas de Esquivel; da ex-senadora e mediadora nos diálogos de paz na Colômbia, Piedad Córdoba; do sociólogo Atilio Borón; do diretor do Centro Internacional de Informação Estratégica e Prospectiva da Universidade Nacional de La Plata (Argentina), Jorge Beinstein; e da presidenta do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes, entre outros.

O manifesto assegura que a investigação do Poder Judicial paraguaio tem tido como “único” objetivo “incriminar os camponeses e camponesas pelos delitos de invasão de imóveis, associação criminosa e homicídio doloso em grau de tentativa”.

No dia 15 de junho do ano passado, um comendo de centenas de policiais desalojou uma fazenda do departamento de Canindeyú (leste do país) ocupada por camponeses que reivindicavam a propriedade da terra.

No enfrentamento armado, perderam a vida onze camponeses e seis policiais, o que provocou um juízo político por mal desempenho ao presidente Lugo, que supôs a suspensão do Paraguai do Mercosul e da Unasul.

A carta divulgada pela Frente Guasu assegura que o massacre foi “a alegação principal do Poder Legislativo para a farsa do juízo político que se desenrolou dias depois”, o que se concluiu “com a destituição do Presidente Constitucional da República, significando a ruptura da ordem democrática interna do país”.

O texto denuncia que as terras em questão são propriedade do Estado, mas que, atualmente, encontram-se “usurpadas” pela empresa Campos Morombi, que pertence à família do recém-falecido político colorado Bras N. Riquelme.

“Atualmente, a empresa Campos Morombi arrenda as terras públicas usurpadas a empresários brasileiros para o cultivo da soja”, destacam os signatários da carta, que clamam à Justiça paraguaia para que se defina sobre o litígio pela propriedade das terras entre o Estado e a empresa da família Riquelme.

A missiva recorda que, em decorrência deste processo judicial, 13 pessoas se encontram hoje privadas de liberdade ou em prisão domiciliar, mas que, entre elas, não há nenhum policial, nem empresário ou político.

Najeeb Amado, um dos dirigentes da Frente Guasu, explicou hoje à EFE que o juízo político a Lugo foi “uma violação flagrante do marco legal paraguaio”, e recordou que a “arbitrariedade” da investigação judicial foi denunciada neste ano pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU.

“Ajudamos a difundir esta carta para tentar dar uma garantia ao processo, pois há uma condenação cantada e vamos fazer o esforço para que se respeite o devido processo”, disse Amado.

Amanhã (4 de junho) começa em Assunção a audiência preliminar sobre o caso, que tem sido protelada em reiteradas ocasiões e que poderá significar a liberdade dos acusados ou a elevação da causa a juízo.

Fonte: Agenca EFE, 3 de junho de 2013. Tradução livre.
Link: http://es.noticias.yahoo.com/nobel-paz-pide-investigaci%C3%B3n-justa-masacre-curuguaty-213214799.html

Anúncios

Sobre paraguaiteete

O Núcleo Cultural Guarani “Paraguay Teete” nasceu em junho de 2009 em São Paulo, Brasil, da mão de admiradores da cultura guarani residentes nessa cidade para difundir a rica cultura da República do Paraguai. Dentre os principais objetivos do Núcleo, podemos destacar: 1. Gerar uma imagem diferente daquela que muitos brasileiros têm do país (como por exemplo, a ideia de que o Paraguai se reduz a Ciudad del Este) por meios de eventos culturais tais como apresentações de documentários, palestras, gastronomia, música e cursos. 2. Fortalecer a identidade cultural de paraguaios e descendentes residentes no Brasil por meio da difusão permanente da cultura e da língua Guarani. 3. Proporcionar espaços e contatos para os profissionais paraguaios das diferentes modalidades artísticas, dando-lhes a possibilidade de ter acesso ao rico circuito cultural brasileiro e, em contrapartida, oferecer a mesma oportunidade para brasileiros que queiram conhecer ou desfrutar da autêntica cultura paraguaia. 4. Defender a dignidade, a imagem e a história do Paraguai e dos seus descendentes perante situações discriminatórias, tratos pejorativos, piadas e chacotas que a mídia do Brasil vem produzindo constantemente. 5. Acionar a Polícia Federal contra criminoso que usam a internet para caluniar com comentários racistas que violem a Lei Nº 7.716/89: Art. 1° diz “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Assim como o Art. 20° que diz “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. El Núcleo en castellano: El Núcleo Cultural Guaraní "Paraguay Teete" nació en junio de 2009 en la ciudad de São Paulo, Brasil, de la mano de admiradores de la cultura guarani residentes en esta ciudad para difundir la rica cultura de la República del Paraguay. Entre los objetivos se encuentran: 1. Generar una imagen diferente de la que los brasileños tienen del país (entre otras ideas de que piensan que Paraguay se reduce a Ciudad del Este). 2. Fortalecer la identidad cultural del paraguayo y de sus desendientes residentes en el Brasil a través de la difusión permanente de la Cultura Guaraní resaltando siempre el idioma Guaraní. 3. Proporcionar espacios y contactos para los profesionales de las diferentes modalidades artísticas, dándoles la posibilidad de acceder al rico circuito cultural brasileño y a
Esse post foi publicado em Prensa / Imprensa e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s