Tradições paraguaias: O TERERÉ é PARAGUAIO.

480041_147328598738789_133153226_n

O tereré é a bebida nacional do Paraguai, uma bebida que é tão típica quanto a língua guarani.
A origem do tereré remonta a Guerra do Chaco (entre Paraguai e Bolívia, 1932-1935) quando as tropas começaram a beber mate frio para não acender fogos que denunciariam sua posição.

GUERRA DEL CHACO

No Brasil, o tereré foi trazido pelos paraguaios, que entraram pelo país através do estado do Mato Grosso quando ainda o Mato Grosso do Sul não existia. Lembramos que o Mato Grosso do Sul só existiu a partir do ano 1977 (No dia 11 de outubro de 1977, através da lei complementar nº 31, o então presidente da república General Ernesto Geisel, desmembrou do estado do Mato Grosso a região sul que, em primeiro de janeiro de 1979, foi transformado definitivamente no estado do Mato Grosso do Sul. Entre 1979 e 1982, o novo estado foi governado por um interventor nomeado pelo presidente da república. Depois disto ocorreram as primeiras eleições para governador)

No século XIX, o maior feito político da história do Mato Grosso foi a Guerra do Paraguai (1864 a 1870), onde Brasil, Argentina e Uruguai se uniram em uma tríplice aliança para combater o país, que já era uma potência econômica.

Na atualidade, estima-se que 300 mil paraguaios e descendentes habitam o Estado, sendo pelo menos 80 mil famílias com base na capital Campo Grande: “Você escuta uma guarânia no rádio e o apresentador falando em guarani. Vai a padaria e compra meia dúzia de chipas. No final da tarde, compartilha com os amigos uma rodada de tereré bem gelado. Você pensa que está no Paraguai? Certo? Errado. Isto é Mato Grosso do Sul, o lado mais paraguaio do Brasil”.

Lembramos também que todo ciclo brasileiro da Ilex Paraguariensis (Erva-Mate) do tereré teve início na cidade de Ponta Porã, que hoje faz fronteira com Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia, depois expandiu-se para outras cidades e estados.

O tereré, é um refresco que ajuda a preservar o convívio entre familiares e amigos. É servido frio ou gelado, e consumido sempre, não apenas nos dias quentes. Muitas ervas são usadas para fazer o tradicional tereré paraguaio, sendo as mais comuns a menta’i (hortelã), kapi’i katî, erva de santa lúcia, kokú, cedrón Paraguay, cedrón kapií, cola de caballo (rabo de cavalo) e burrito.

No Paraguai, existem varias indústrias que processam a erva-mate ou Ilex Paraguariensis.
No mercado existem 42 marcas oficialmente registradas, de ahí resultam 60 produtos de diferentes marcas como: KURUPY, CAMPESINO, PAJARITO, LA RUBIA, INDEGA, COLÓN, ect.

O Paraguai exporta anualmente 618.374 quilos de erva mate para países como o Japão, Brasil, Líbano, Estados Unidos, Chile, Síria, Alemanha, Canadá, Bolívia, Espanha, China, Coreia do Sul, Croácia, Israel, Suécia, Taiwan e Uruguai.

DSC07164

Lei que declara ao Tereré como bebida nacional do Paraguai

Ley Nacional

A pesar da lei, no Paraguai se bebe tereré pela força da tradição do seu povo.
O tereré está presente no dia a dia, na dança, nas festas, nos poemas, na música, inferido dentro da vida, por isso, o tereré é considerada a tradição más íntima dos paraguaios.

Terere Austria

Terere PY

Sonhos guaranis 1982 (Almir Sater-Paulo Simões)

Mato Grosso encerra em sua própria terra
Sonhos guaranis
Por campos e serras a história enterra uma só raiz
Que aflora nas emoções
E o tempo faz cicatriz
Em mil canções
Lembrando o que não se diz

Mato Grosso espera esquecer quisera
O som dos fuzis
Se não fosse a guerra
Quem sabe hoje era um outro país
Amante das tradições de que me fiz aprendiz
Em mil paixões sabendo morrer feliz

E cego é o coração que trai
Aquela voz primeira que de dentro sai
E as vezes me deixa assim ao
Revelar que eu vim da fronteira onde
O Brasil foi Paraguai

Sobre paraguaiteete

O Núcleo Cultural Guarani “Paraguay Teete” nasceu em junho de 2009 em São Paulo, Brasil, da mão de admiradores da cultura guarani residentes nessa cidade para difundir a rica cultura da República do Paraguai. Dentre os principais objetivos do Núcleo, podemos destacar: 1. Gerar uma imagem diferente daquela que muitos brasileiros têm do país (como por exemplo, a ideia de que o Paraguai se reduz a Ciudad del Este) por meios de eventos culturais tais como apresentações de documentários, palestras, gastronomia, música e cursos. 2. Fortalecer a identidade cultural de paraguaios e descendentes residentes no Brasil por meio da difusão permanente da cultura e da língua Guarani. 3. Proporcionar espaços e contatos para os profissionais paraguaios das diferentes modalidades artísticas, dando-lhes a possibilidade de ter acesso ao rico circuito cultural brasileiro e, em contrapartida, oferecer a mesma oportunidade para brasileiros que queiram conhecer ou desfrutar da autêntica cultura paraguaia. 4. Defender a dignidade, a imagem e a história do Paraguai e dos seus descendentes perante situações discriminatórias, tratos pejorativos, piadas e chacotas que a mídia do Brasil vem produzindo constantemente. 5. Acionar a Polícia Federal contra criminoso que usam a internet para caluniar com comentários racistas que violem a Lei Nº 7.716/89: Art. 1° diz “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Assim como o Art. 20° que diz “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. El Núcleo en castellano: El Núcleo Cultural Guaraní "Paraguay Teete" nació en junio de 2009 en la ciudad de São Paulo, Brasil, de la mano de admiradores de la cultura guarani residentes en esta ciudad para difundir la rica cultura de la República del Paraguay. Entre los objetivos se encuentran: 1. Generar una imagen diferente de la que los brasileños tienen del país (entre otras ideas de que piensan que Paraguay se reduce a Ciudad del Este). 2. Fortalecer la identidad cultural del paraguayo y de sus desendientes residentes en el Brasil a través de la difusión permanente de la Cultura Guaraní resaltando siempre el idioma Guaraní. 3. Proporcionar espacios y contactos para los profesionales de las diferentes modalidades artísticas, dándoles la posibilidad de acceder al rico circuito cultural brasileño y a
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

8 respostas para Tradições paraguaias: O TERERÉ é PARAGUAIO.

  1. Escuchar SOÑOS GUARANIS de un un figura emblematica brasilera, ALMIR SATER. en esa poesia hecha por brasileños. cuenta la historia verdadera de MS.

    • Fernando disse:

      Essa música resolve toda a questão de MS. Muitos daqui não admitem que nossa cultura é essa de fronteira, ao invés de admitir, de uma vez por todas, que o guarani passou por aqui e MS é uma terra guarani.

  2. cindy disse:

    Gostaria de saber onde posso encontrar uma fabrica, de erva de tereré no paraguaí.

  3. Cristiano disse:

    Olá gostaria de saber onde encontro contato das fábricas do Paraguai pois queria exportar o produto

  4. ola gostaria de exporta ervas mate ,guampas ,garrafas acessorios para tereré como faço?

  5. paraguaiteete disse:

    Oi Luciana! vc quer importar do Paraguai esses produtos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s