Perla do Paraguai, em reencontro familiar

CAACUPÉ. A carismática cantora Perla (62) esteve por sua cidade natal nestes dias, em um encontro familiar, onde recordou seu começo e todo o sacrifício que teve que fazer para chegar a ser uma reconhecida artista.

Fonte: Desirée Cabrera, ABC Color (PY), 14 de março de 2014. Tradução livre.
Link: http://m.abc.com.py/espectaculos/musica/perla-del-paraguay-en-reencuentro-familiar-1224648.html

Perla 1
Perla do Paraguai junto a seus irmãos na Basílica de Caacupé. / Desirée Cabrera, ABC Color

Perla mencionou que viajou ao Brasil aos 21 anos, onde vive há 45 anos. Recordou que no começo foi muito difícil, porque viveu na própria carne a discriminação de ser mulher e latina.

“Chamavam-me de índia e eu dizia, sim, sou índia, com orgulho”, indicou. Acrescentou que, muitas vezes, fechavam-lhe as portas por esse motivo, mas ela não perdia a fé e insistia, buscando outros lugares para realizar seu sonho.

A cantora sustentou que teve muitos obstáculos, chegou a passar frio, fome e saudade de sua família, mas que continuava persistindo. Disse que, nesses anos, manteve-se pela fé em Deus e pelos conselhos que lhe havia dado sua mãe, Dona Lidia.

Quando, por fim, teve êxito e começou a ganhar muito dinheiro, seu marido a encheu de luxos, e ela sentia que vivia em uma jaula de ouro, já que seu maior desejo era estar em contato com as pessoas.

Perla, com a simplicidade que a caracteriza, manifestou que, quando falam dela como uma estrela internacional ou como grande artista, lhe assustam: “amo a simplicidade de meu povo e suas pessoas, por isso gosto muito de cantar nos festivais, porque ali posso sentir o carinho das pessoas. E creio que as pessoas sentem também o imenso carinho que sinto por eles”.

Reencontro familiar

A família Pedrozo-Yurtz se reuniu após terem se passado cinco anos desde que se encontraram pela última vez. A irmã mais velha é a famosa e carismática cantora, mais conhecida como Perla, cujo nome verdadeiro é Hermelinda.

O encontro se deu em Caacupé, com a chegada do único irmão, Pedro, mais conhecido como Kiko, que trabalha há mais de 20 anos na Alemanha como harpista e cantor. Estiveram também presentes Fany, Estela, Marizza e Maribel, que compartilharam uma missa de ação de graças no Santuário Nacional.

Com muita emoção, recordaram histórias de seus anos de infância, quando seu pai lhes ensinava a vocalizar e saber se desenvolver no cenário. Todos conseguiram se tornar cantores, alguns seguem dedicados à música viajando pelo mundo e outros decidiram se dedicar a suas famílias.

No encontro, viveram-se momentos de muita emoção e alegria, que esperam que se repita outra vez em pouco tempo.

* * *

Assista abaixo um vídeo de Perla, em apresentação no programa Viola, Minha Viola, de Inezita Barroso:

Anúncios

Sobre paraguaiteete

O Núcleo Cultural Guarani “Paraguay Teete” nasceu em junho de 2009 em São Paulo, Brasil, da mão de admiradores da cultura guarani residentes nessa cidade para difundir a rica cultura da República do Paraguai. Dentre os principais objetivos do Núcleo, podemos destacar: 1. Gerar uma imagem diferente daquela que muitos brasileiros têm do país (como por exemplo, a ideia de que o Paraguai se reduz a Ciudad del Este) por meios de eventos culturais tais como apresentações de documentários, palestras, gastronomia, música e cursos. 2. Fortalecer a identidade cultural de paraguaios e descendentes residentes no Brasil por meio da difusão permanente da cultura e da língua Guarani. 3. Proporcionar espaços e contatos para os profissionais paraguaios das diferentes modalidades artísticas, dando-lhes a possibilidade de ter acesso ao rico circuito cultural brasileiro e, em contrapartida, oferecer a mesma oportunidade para brasileiros que queiram conhecer ou desfrutar da autêntica cultura paraguaia. 4. Defender a dignidade, a imagem e a história do Paraguai e dos seus descendentes perante situações discriminatórias, tratos pejorativos, piadas e chacotas que a mídia do Brasil vem produzindo constantemente. 5. Acionar a Polícia Federal contra criminoso que usam a internet para caluniar com comentários racistas que violem a Lei Nº 7.716/89: Art. 1° diz “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Assim como o Art. 20° que diz “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. El Núcleo en castellano: El Núcleo Cultural Guaraní "Paraguay Teete" nació en junio de 2009 en la ciudad de São Paulo, Brasil, de la mano de admiradores de la cultura guarani residentes en esta ciudad para difundir la rica cultura de la República del Paraguay. Entre los objetivos se encuentran: 1. Generar una imagen diferente de la que los brasileños tienen del país (entre otras ideas de que piensan que Paraguay se reduce a Ciudad del Este). 2. Fortalecer la identidad cultural del paraguayo y de sus desendientes residentes en el Brasil a través de la difusión permanente de la Cultura Guaraní resaltando siempre el idioma Guaraní. 3. Proporcionar espacios y contactos para los profesionales de las diferentes modalidades artísticas, dándoles la posibilidad de acceder al rico circuito cultural brasileño y a
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s