Mais músicos paraguaios vendem suas canções em lojas virtuais

Sites especializados como Amazon e iTunes, assim como Deezer e Spotify, são alguns pelos quais a música nacional expande seu catálogo. Essas plataformas facilitam a distribuição de materiais.

Fonte: Sergio Noé (Última Hora, Paraguai), 29 de junho de 2014. Tradução livre.
Link: http://m.ultimahora.com/mas-musicos-paraguayos-venden-sus-canciones-tiendas-digitales-n807713.html

Temas musicais de grupos nacionais como Paiko, Flou, Villagrán Bolaños, Los Verduleros, Patriarca, The Profane, assim como peças de Berta Rojas, Dani Cortaza, Luz María Bobadilla e muitos mais, podem ser encontrados em plataformas digitais de serviço pago, como iTunes e Amazon.

Também podem-se escutar canções de criadores locais em plataformas à la carte, de modo gratuito e legal, em páginas do tipo streaming (reprodução em linha), tais como Deezer, Spotify, entre outros mais.

“Desde o início da banda, apontou-se a internet como um meio de conexão com nosso público, por ser uma ferramenta mais atual”, conta Mauri Román, baterista da Villagrán Bolaños, cujos temas figuram no iTunes, SoundCloud e Youtube.

O músico acrescenta, ainda, que optaram por escolher a plataforma digital pelo alto índice de crescimento da rede no país. “Agora mais gente tem smartphones e, por isso, apostamos nos meios de distribuição musical da internet”, indica. Román considera que a indústria musical paraguaia está sofrendo mudanças, especialmente nas formas de distribuição.

“As regras do jogo mudaram e o mercado musical também mudou. Seria estranho não seguir o ritmo desta novidade”, indica Román, que detalha que a banda propõe gerar uma demanda musical na internet, para que aqueles que gostem de suas músicas paguem com gosto a entrada de seus concertos.

Reconheceu que a plataforma digital oferece a vantagem do consumo de música legal, mas lamenta que os ganhos ainda não sejam tão lisonjeadores para se viver deles.


Vídeo da música “Alguna vez te pasó”, da banda Villagrán Bolaños.

FÓRMULA

Enrique Zayas, vocalista do grupo de rock nacional Paiko, revela que conta com uma fórmula única para difundir música pela internet.

“Nosso processo é o seguinte: lançamos três novas canções a cada quatro meses. Assim aparecem os novos compactos, até que se completem os doze temas para, logo, se lançar um CD físico, que prevemos apresentar no próximo dezembro”, diz o artista.

Adianta que suas estreias musicais estão disponíveis de forma exclusiva na plataforma Personal Música, durante três meses, na qual a canção pode ser baixada, seja inteira ou como backtone.

“Após as primícias musicais, os temas estão disponíveis em todas as telefônicas nacionais e lojas como Amazon e iTunes, assim como em sites streaming, como Deezer, Spotify e outros”, especifica Zayas.

Esclarece que o consumo digital aumentou neste ano, especialmente entre jovens de 14 a 35 anos, que criam novos hábitos de escuta através de smartphones, tablets e notebooks.


Vídeo da música “Toda la vida”, da banda Paiko.

Para lançar seu álbum no iTunes e em outros sites, David Arriola – músico “metaleiro” da The Profane – relata que contrataram os serviços de Hateworks, selo colombiano que geriu a distribuição física e digital de seus temas. “O disco Chaosbreed foi lançado em versão física em 2007. Recentemente, desde 2012, está disponível no iTunes”, diz, e agrega que, após fechar o contrato por um período determinado, a gravadora incluiu um serviço de distribuição musical global.


Vídeo da música “Sinfest”, da banda The Profane.

Anúncios

Sobre paraguaiteete

O Núcleo Cultural Guarani “Paraguay Teete” nasceu em junho de 2009 em São Paulo, Brasil, da mão de admiradores da cultura guarani residentes nessa cidade para difundir a rica cultura da República do Paraguai. Dentre os principais objetivos do Núcleo, podemos destacar: 1. Gerar uma imagem diferente daquela que muitos brasileiros têm do país (como por exemplo, a ideia de que o Paraguai se reduz a Ciudad del Este) por meios de eventos culturais tais como apresentações de documentários, palestras, gastronomia, música e cursos. 2. Fortalecer a identidade cultural de paraguaios e descendentes residentes no Brasil por meio da difusão permanente da cultura e da língua Guarani. 3. Proporcionar espaços e contatos para os profissionais paraguaios das diferentes modalidades artísticas, dando-lhes a possibilidade de ter acesso ao rico circuito cultural brasileiro e, em contrapartida, oferecer a mesma oportunidade para brasileiros que queiram conhecer ou desfrutar da autêntica cultura paraguaia. 4. Defender a dignidade, a imagem e a história do Paraguai e dos seus descendentes perante situações discriminatórias, tratos pejorativos, piadas e chacotas que a mídia do Brasil vem produzindo constantemente. 5. Acionar a Polícia Federal contra criminoso que usam a internet para caluniar com comentários racistas que violem a Lei Nº 7.716/89: Art. 1° diz “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Assim como o Art. 20° que diz “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. El Núcleo en castellano: El Núcleo Cultural Guaraní "Paraguay Teete" nació en junio de 2009 en la ciudad de São Paulo, Brasil, de la mano de admiradores de la cultura guarani residentes en esta ciudad para difundir la rica cultura de la República del Paraguay. Entre los objetivos se encuentran: 1. Generar una imagen diferente de la que los brasileños tienen del país (entre otras ideas de que piensan que Paraguay se reduce a Ciudad del Este). 2. Fortalecer la identidad cultural del paraguayo y de sus desendientes residentes en el Brasil a través de la difusión permanente de la Cultura Guaraní resaltando siempre el idioma Guaraní. 3. Proporcionar espacios y contactos para los profesionales de las diferentes modalidades artísticas, dándoles la posibilidad de acceder al rico circuito cultural brasileño y a
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s