Vestígios da relação entre guaranis e jesuítas serão mostrados no Vaticano

A relação que estabeleceram os jesuítas com os guaranis, durante os séculos XVII e XVIII, é analisada em uma exposição organizada pelo Museu de Arte Pré-colombiano e Indígena (MAPI) de Montevidéu, que viajará no próximo 11 de setembro ao Museu do Vaticano.

Fonte: Última Hora (PY), 18 de agosto de 2014. Tradução livre.
Link: http://m.ultimahora.com/vestigios-la-relacion-guaranies-y-jesuitas-se-mostraran-el-vaticano-n821732.html

Misiones Jesuíticas

EFE
A mostra reúne 23 esculturas de madeira policromada que procedem dessas missões de jesuítas e que, hoje, são mantidas em museus, igrejas e coleções privadas do Uruguai, precisou o diretor do MAPI, Facundo de Almeida.

A exposição também alberga cerca de 200 objetos procedentes das escavações arqueológicas realizadas em San Francisco de Borja del Yí, entre os departamentos uruguaios de Durazno e Florida, onde floresceu uma comunidade indígena que chegou a ter 8.000 índios guaranis.

Junto a essas relíquias, incluir-se-ão materiais escritos e audiovisuais, que oferecerão um panorama sobre esses povoamentos, assim como sobre a relação entre os religiosos e a população nativa.

As Missões Orientais são uma região histórica que se distribui entre Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, à qual os membros da Companhia de Jesus chegaram no século XVII. Ali, estabeleceram comunidades nas quais habitaram junto com aborígenes, que os religiosos influenciaram a adotar o sedentarismo, após lhes mostrar suas eficientes técnicas agrícolas e pecuárias.

De Almeida recordou que os jesuítas contribuíram para estabelecer prósperos assentamentos, que administraram até 1768, quando foram expulsos dos territórios das monarquias católicas de França, Espanha e Portugal.

O diretor afirmou que, ainda que a população seja praticamente inexistente hoje no Uruguai, sua influência em sua cultura é importante. Desses povos, procede o nome do país, o dos rios e o de algumas localidades, assim como determinadas palavras da fala cotidiana, costumes como a bebida do mate ou cultos como o da Virgem de Itatí.

Esta última devoção surgiu nestas comunidades jesuíticas orientais, quando, segundo conta a história, o missioneiro espanhol Luis de Bolaños e os nativos que haviam adotado o cristianismo se salvaram do ataque de seus inimigos graças à intervenção divina desta virgem.

A mostra estará no Museu do Vaticano entre 11 e 26 de setembro; no Museu Etnológico de Hamburgo entre os próximos outubro e março; e no Museu Valenciano da Ilustração e da Modernidade a partir de abril de 2015.

Seu curador é Luis Bergatta, enquanto que seu marco teórico sobre as comunidades jesuíticas se assenta nas investigações realizadas durante as últimas duas décadas, por uma equipe dirigida pela arqueóloga Carmen Curbelo.

Anúncios

Sobre paraguaiteete

O Núcleo Cultural Guarani “Paraguay Teete” nasceu em junho de 2009 em São Paulo, Brasil, da mão de admiradores da cultura guarani residentes nessa cidade para difundir a rica cultura da República do Paraguai. Dentre os principais objetivos do Núcleo, podemos destacar: 1. Gerar uma imagem diferente daquela que muitos brasileiros têm do país (como por exemplo, a ideia de que o Paraguai se reduz a Ciudad del Este) por meios de eventos culturais tais como apresentações de documentários, palestras, gastronomia, música e cursos. 2. Fortalecer a identidade cultural de paraguaios e descendentes residentes no Brasil por meio da difusão permanente da cultura e da língua Guarani. 3. Proporcionar espaços e contatos para os profissionais paraguaios das diferentes modalidades artísticas, dando-lhes a possibilidade de ter acesso ao rico circuito cultural brasileiro e, em contrapartida, oferecer a mesma oportunidade para brasileiros que queiram conhecer ou desfrutar da autêntica cultura paraguaia. 4. Defender a dignidade, a imagem e a história do Paraguai e dos seus descendentes perante situações discriminatórias, tratos pejorativos, piadas e chacotas que a mídia do Brasil vem produzindo constantemente. 5. Acionar a Polícia Federal contra criminoso que usam a internet para caluniar com comentários racistas que violem a Lei Nº 7.716/89: Art. 1° diz “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Assim como o Art. 20° que diz “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. El Núcleo en castellano: El Núcleo Cultural Guaraní "Paraguay Teete" nació en junio de 2009 en la ciudad de São Paulo, Brasil, de la mano de admiradores de la cultura guarani residentes en esta ciudad para difundir la rica cultura de la República del Paraguay. Entre los objetivos se encuentran: 1. Generar una imagen diferente de la que los brasileños tienen del país (entre otras ideas de que piensan que Paraguay se reduce a Ciudad del Este). 2. Fortalecer la identidad cultural del paraguayo y de sus desendientes residentes en el Brasil a través de la difusión permanente de la Cultura Guaraní resaltando siempre el idioma Guaraní. 3. Proporcionar espacios y contactos para los profesionales de las diferentes modalidades artísticas, dándoles la posibilidad de acceder al rico circuito cultural brasileño y a
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s