Ricardo Flecha apresentou guarânias de ontem e hoje

Em coincidência com o aniversário de nascimento número 110 de José Asunción Flores, foi lançado ontem o material discográfico “La guarania crece en los territorios del agua” (em português. “A guarânia cresce nos territórios da água”), de Ricardo Flecha.

Fonte: ABC Color (PY), 28 de agosto de 2014. Tradução livre.
Link: http://www.abc.com.py/edicion-impresa/artes-espectaculos/ricardo-flecha-presento-guaranias-de-ayer-y-hoy-1280286.html?fb_action_ids=10204643787524089&fb_action_types=og.comments

flecha 1
Ricardo Flecha, em um momento do espetáculo em que, enquanto cantava, podia-se ver através de uma tela diversas imagens que representam nosso país. / ABC Color

Foi no Teatro Municipal “Ignacio A. Pane”, diante de um grande público.

A apresentação se deu no marco de um show em que Flecha se apresentou acompanhado de convidados especiais, pois este disco oferece novas guarânias, prosseguindo com o projeto “Donde la guarania crece” (em português, “Onde a guarânia cresce”), ao qual o cantor tem se dedicado desde o ano passado.

Jovens intérpretes se somaram com suas composições neste material, e na ocasião subiram ao palco também junto a Flecha, que esteve acompanhado por Mauricio “Pinchi” Cardozo Ocampo (arranjos, direção e violão), Óscar Fadlala (piano) e Silvio Turró (guitarra).

“Mburikaó” e “Paraguaype” marcaram o início da celebração à guarânia, arrancando os primeiros e fervorosos aplausos do público. Logo, foi apresentada “Carta desde Asunción”, criação do jovem Ángel Molina, seguida de “Por el Caminito”.

Hugo Ferreira foi o primeiro cantor e compositor a intervir ao lado de Flecha para entregar sua composição “Fantasma de cidade”, pela qual foram lembradas as vítimas do incêndio do Ycuá Bolaños [1].

“Soy de la Chacarita” e “Asunción” antecederam a nova criação “Nde Pukavy”, de Cristian Silva, que se somou ao anfitrião para cantar essa canção.

Na sequência, “Recuerdo de Ypacaraí” foi acompanhada pelo canto do público, já que, por momentos, Flecha deixava de cantar para escutar as vozes dos presentes.

“Ypacaraí”, canção dedicada ao lago que leva o mesmo nome, criada por Jaima Zacher, foi escutada depois na voz deste ao lado de Ricardo, que logo formou outro duo com David Portillo, para oferecer sua composição “Guarania de un Recuerdo”. Além disso, o harpista Juan Jorge Corbalán apresentou sua canção “Dias de chuva”.

“Golondrinas del Yguazú” e “Arroyito del sendero” soaram antes de “Ama’i (Aguita Mansa)”, canção de Norma Avila, que pôde ser apreciada em sua voz.

“Pinasco”, “Mi País”, “Mi Patria Soñada” e “Ñemity” completaram o repertório, em uma noite de homenagem.

Nota do tradutor:
[1]
Em 1º de agosto de 2014, um incêndio destruiu o supermercado Ycuá Bolaños, localizado na capital paraguaia, Asunción. O incidente causou a morte de 374 pessoas, muitas das quais em decorrência da ação de empregados do supermercado, que, por ordens da gerência, fecharam as portas do estabelecimento, com o intuito de impedir que os clientes saíssem dali sem pagar.

Assista à interpretação de “Mi País”, do cantor e compositor Hugo Ferreira, por Ricardo Flecha:

Anúncios

Sobre paraguaiteete

O Núcleo Cultural Guarani “Paraguay Teete” nasceu em junho de 2009 em São Paulo, Brasil, da mão de admiradores da cultura guarani residentes nessa cidade para difundir a rica cultura da República do Paraguai. Dentre os principais objetivos do Núcleo, podemos destacar: 1. Gerar uma imagem diferente daquela que muitos brasileiros têm do país (como por exemplo, a ideia de que o Paraguai se reduz a Ciudad del Este) por meios de eventos culturais tais como apresentações de documentários, palestras, gastronomia, música e cursos. 2. Fortalecer a identidade cultural de paraguaios e descendentes residentes no Brasil por meio da difusão permanente da cultura e da língua Guarani. 3. Proporcionar espaços e contatos para os profissionais paraguaios das diferentes modalidades artísticas, dando-lhes a possibilidade de ter acesso ao rico circuito cultural brasileiro e, em contrapartida, oferecer a mesma oportunidade para brasileiros que queiram conhecer ou desfrutar da autêntica cultura paraguaia. 4. Defender a dignidade, a imagem e a história do Paraguai e dos seus descendentes perante situações discriminatórias, tratos pejorativos, piadas e chacotas que a mídia do Brasil vem produzindo constantemente. 5. Acionar a Polícia Federal contra criminoso que usam a internet para caluniar com comentários racistas que violem a Lei Nº 7.716/89: Art. 1° diz “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Assim como o Art. 20° que diz “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. El Núcleo en castellano: El Núcleo Cultural Guaraní "Paraguay Teete" nació en junio de 2009 en la ciudad de São Paulo, Brasil, de la mano de admiradores de la cultura guarani residentes en esta ciudad para difundir la rica cultura de la República del Paraguay. Entre los objetivos se encuentran: 1. Generar una imagen diferente de la que los brasileños tienen del país (entre otras ideas de que piensan que Paraguay se reduce a Ciudad del Este). 2. Fortalecer la identidad cultural del paraguayo y de sus desendientes residentes en el Brasil a través de la difusión permanente de la Cultura Guaraní resaltando siempre el idioma Guaraní. 3. Proporcionar espacios y contactos para los profesionales de las diferentes modalidades artísticas, dándoles la posibilidad de acceder al rico circuito cultural brasileño y a
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s