Restaurante paraguaio está entre os melhores

O casal Nancy Flores (54) e Carlos Ojeda (58) e seus dois filhos viajaram há 14 anos em busca do sonho americano. Especialista em gastronomia, Nancy começou a explorar a produção de comidas típicas paraguaias. Seu restaurante “I Love Paraguay”, localizado em Sunnyside e Woodside, em Nova Iorque, foi relacionado entre os dez melhores negócios de refeição.

Fonte: Elvira Olmedo Zorrilla (ABC Color), 19 de outubro de 2014. Tradução livre.

Link: http://www.abc.com.py/edicion-impresa/locales/restaurante-paraguayo-esta-entre-los-mejores-1297259.html

I Love PY

Fachada do restaurante localizado em plena Nova Iorque, onde se pode saborear pratos típicos paraguaios. / ABC Color

Ao chegar ao restaurante paraguaio em plena Nova Iorque, podem-se apreciar os quadros do Salto del Monday, do primeiro trem a vapor da América do Sul, das Missões Jesuíticas, do retrato do fundador da guarânia, José Asunción Flores, entre outros.

Em companhia das compatriotas Mónica Pratts e Griselda Rodríguez, que atuaram como guias para chegar ao lugar, fomos recebidos pela proprietária do negócio familiar, Nancy de Ojeda, que, com a gentileza característica dos paraguaios, conversou conosco em uma das mesas do negócio.

Nancy Flores de Ojeda nos contou que há 14 anos vive em Nova Iorque com sua família, composta por seu marido, Carlos Ojeda (58) e seus dois filhos.

Ela recordou que, quando vivia em Asunción, foi contratada por um restaurante norte-americano, e como sempre se dedicou à gastronomia, aceitou a proposta, que acabou não dando certo. Assim, teve a oportunidade de trabalhar como cozinheira por dois anos, na cada do conhecido banqueiro estadunidense Rockefeller. Logo depois, dedicou-se a vender comidas paraguaias no mesmo lugar onde atualmente tem seu negócio, que começou muito pequeno e que, com o tempo, foi se ampliando.

Sua filha Natalia (29) trabalha e estuda Comércio Internacional. Seu filho Fabricio (25) estuda para ser engenheiro em Computação. Ambos a ajudam no negócio familiar, em que a mãe trabalha das 10h da manhã até as 22h, de segunda a segunda.

Nancy Ojeda nos disse que tem três netos (dois de seu filho e um de sua filha).

Ao falar do Paraguai, manifestou que, lamentavelmente, há muita corrupção em quase todos os poderes do Estado. Por isso, não tem nenhuma ilusão a respeito do governo de Horacio Cartes.

“Prefiro que me surpreenda, porque não tenho nenhuma expectativa positiva, a julgar pelas notícias que leio de seu primeiro ano de governo”, ressaltou.

A compatriota acrescentou que, no Paraguai, falta promover maior consciência cidadã, porque há muita apatia para se exigir os direitos. “Faz falta ao paraguaio mais atitude e decisão para progredir e que aprenda a exigir que seus direitos sejam cumpridos. Que manifeste sua decisão através do voto, nas eleições dos que serão representantes do povo”, ressaltou.

Acrescentou que estão muito orgulhosos de tudo o que conseguiram em Nova Iorque, pois nada foi fácil para eles. E ainda disse que, com a perseverança, tudo pode ser conquistado.

“O restaurante ‘I Love Paraguay’ é o resultado de muitos esforços e renúncias de toda a família. Aprendemos com nossos erros, porque um negócio em Nova Iorque não é fácil de habilitar. Há muitas leis muito estritas para habilitar um negócio de venda de comida”, elucidou.

Olhando para seu marido Carlos e seu filho, Nancy nos disse: “Não penso em voltar a viver no Paraguai, porque em Nova Iorque temos toda a família, nossos filhos e netos, e o negócio, que dá muito bom rendimento. Talvez, algum dia para nossa aposentadoria, possamos regressar. No entanto, ficamos sabendo pelos periódicos digitais que o Paraguai é o pior lugar para envelhecer”.

Disse que a deprime viajar a nosso país devido ao caos veicular e à falta de respeito às leis em geral.

“Estamos supercontentes, porque um site da internet nominou o “I Love Paraguay” como um dos dez melhores restaurantes de Sunnyside e Woodside”, disse Nancy, que é mestra em confeitaria e cozinha. E recordou que no Paraguai sempre teve restaurante, que teve que vender para viajar.

Concluiu manifestando que, para ganhar tal nomeação, uma pessoa especializada analisou o restaurante.

“Talvez foram os novos clientes americanos que vinham curiosos por conhecer um restaurante Paraguai que nos disseram que souberam da gente através desse site”, nos disse, enquanto degustávamos as especialidades da casa. Serviram-nos vori vori de frango, sopa paraguaia, mbeyú, empanadas de mandioca e muito mais.

Uma delícia! Um restaurante paraguaio em plena Nova Iorque, com menu típico do nosso país, ideal para compatriotas que queiram matar a saudade.

Anúncios

Sobre paraguaiteete

O Núcleo Cultural Guarani “Paraguay Teete” nasceu em junho de 2009 em São Paulo, Brasil, da mão de admiradores da cultura guarani residentes nessa cidade para difundir a rica cultura da República do Paraguai. Dentre os principais objetivos do Núcleo, podemos destacar: 1. Gerar uma imagem diferente daquela que muitos brasileiros têm do país (como por exemplo, a ideia de que o Paraguai se reduz a Ciudad del Este) por meios de eventos culturais tais como apresentações de documentários, palestras, gastronomia, música e cursos. 2. Fortalecer a identidade cultural de paraguaios e descendentes residentes no Brasil por meio da difusão permanente da cultura e da língua Guarani. 3. Proporcionar espaços e contatos para os profissionais paraguaios das diferentes modalidades artísticas, dando-lhes a possibilidade de ter acesso ao rico circuito cultural brasileiro e, em contrapartida, oferecer a mesma oportunidade para brasileiros que queiram conhecer ou desfrutar da autêntica cultura paraguaia. 4. Defender a dignidade, a imagem e a história do Paraguai e dos seus descendentes perante situações discriminatórias, tratos pejorativos, piadas e chacotas que a mídia do Brasil vem produzindo constantemente. 5. Acionar a Polícia Federal contra criminoso que usam a internet para caluniar com comentários racistas que violem a Lei Nº 7.716/89: Art. 1° diz “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Assim como o Art. 20° que diz “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. El Núcleo en castellano: El Núcleo Cultural Guaraní "Paraguay Teete" nació en junio de 2009 en la ciudad de São Paulo, Brasil, de la mano de admiradores de la cultura guarani residentes en esta ciudad para difundir la rica cultura de la República del Paraguay. Entre los objetivos se encuentran: 1. Generar una imagen diferente de la que los brasileños tienen del país (entre otras ideas de que piensan que Paraguay se reduce a Ciudad del Este). 2. Fortalecer la identidad cultural del paraguayo y de sus desendientes residentes en el Brasil a través de la difusión permanente de la Cultura Guaraní resaltando siempre el idioma Guaraní. 3. Proporcionar espacios y contactos para los profesionales de las diferentes modalidades artísticas, dándoles la posibilidad de acceder al rico circuito cultural brasileño y a
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s