Só no Paraguai: 10 lugares assombrosos que talvez você não conheça

“Só no Paraguai” é uma expressão coloquial para definir situações ou fatos que causam assombro e que provavelmente não aconteçam em outros países. Também existem lugares únicos, que assombram por sua singularidade e que estão localizados no Paraguai. Apresentamos a você alguns desses lugares que talvez não conhecesse.

 

Fonte: Rodrigo Houdin (Última Hora), 24 de março de 2016. Tradução livre.

Link: http://m.ultimahora.com/solo-paraguay-10-lugares-asombrosos-que-tal-vez-no-conocias-n977325.html

 

 

1- Há pirâmides no Paraguai!

PY 1

Na cidade de Emboscada, a 39 quilômetros de Asunción, há cerca de 25 anos está estabelecido um local de cura espiritual e relaxamento onde os visitantes podem desfrutar de um pedaço de algumas estruturas egípcias.

Inspiradas na disposição, estrutura e figuras das pirâmides de Keops, Kefrén e Micerino, as geométricas figuras se fizeram presentes em Emboscada, onde foram construídas no ano de 1988 com a ajuda de especialistas trazidos de São Paulo, Brasil. O caminho de acesso ao Parque das Pirâmides se encontra a apenas alguns metros da Municipalidade de Emboscada, no perímetro urbano da cidade. O lugar está a cerca de 200 metros da avenida principal da cidade cordillerana.

 

2- Um castelo, no meio do rio Paraguai

PY 2

 

El Peñón (“O Penhasco”) se ergue sobre uma pequena ilha rochosa situada nas águas do rio Paraguai, em frente à cidade de Villa Hayes. Sua história segue sendo um mistério, o que o converte em um potencial atrativo para o turismo.

Alguns dados falam que sua construção teve início no ano de 1936, pelas mãos do capitão Lázaro Aranda, pelo qual também é conhecido pelos habitantes locais como “O castelo do capitão Lázaro”. Por outro lado, outros antecedentes indicam que o lugar foi construído por jesuítad. Também existe uma disputa entre as cidades de Limpio e Villa Hayes sobre a que domínio pertence.

Pode-se chegar ao local a partir de Piquete Cué seguindo pela rota 3. Esse bairro limpeño fica a 35 quilômetros da capital. A outra opção é através da rota Transchaco. Ao chegar à cidade de Villa Hayes, deve-se dirigir até o mirante. Se o visitante não conta com embarcação, pode recorrer aos pescadores para que o levem em canoas.

 

3- Uma rocha equilibrista!

PY 3

 

Por definição, o equilíbrio é o estado no qual se encontra um corpo quando as forças que atuam sobre ele se compensam e se anulam reciprocamente. Esta teoria se aplica perfeitamente a duas rochas que se encontram na localidade de Paso Carreta, localizada a aproximadamente 12 quilômetros de San Roque González, departamento de Paraguarí.

Em meio à paisagem rochosa, bosques e riachos dessa região, encontra-se a “Pedra equilibrista”, uma rocha de grandes dimensões que posa estática sobre outra com uma forma pontiaguda e se converte em um atrativo imperdível para quem visita o lugar. Além disso, a localidade de Paso Carreta conta com riachos cristalinos e uma paisagem sem igual.

Para chegar à pedra equilibrista, adentra-se um caminho situado em frente da igreja da cidade de San Roque González (97 quilômetros de Asunción). Esse trajeto leva até Paso Carreta e também se conecta com a companhia José Zimbrón.

 

4- O mundo teve origem no Paraguai?

PY 4

 

O Cerro Guasu o Jasuka Venda se situa no departamento de Amambay, próximo à fronteira com o Brasil. Esta formação natural se encontra na Colonia San Fernando de Capitán Bado. Esse é o principal patrimônio da etnia guarani Pa’i Tavyterã, um lugar sagrado onde, segundo as crenças indígenas, surgiu o Deus Criador e o Grande Avô, Ñande Ru, e a partir do qual foram criados o mundo e a humanidade.

Esse local é composto por uma elevação rochosa coberta de bosques, com cavernas e nascentes de riachos. Em 2009, encontrou-se o indício mais antigo da presença do homem no Paraguai, com mais de 5.000 anos.

Os indígenas consideram que esse lugar tem uma energia cósmica, e após vários anos de luta, conseguiram que fosse expropriado pelo Estado para se converter em reserva natural. Também possui escrituras rúnicas, as quais crê-se ser dos boquinos.

 

5- Um barco enterrado

PY 5

 

O departamento de Ñeembucú guarda um dos vestígios mais importantes da Guerra da Tríplice Aliança: um navio hospitalário que está enterrado entre pântanos.

Segundo os documentos oficiais do Arquivo Naval Brasileiro, trata-se da embarcação Eponina, que formava parte da frota naval do império do Brasil durante a guerra. Esse navio foi consumido por um incêndio em janeiro de 1866, no riacho Curuzú, nas imediações de Curupayty, com 400 pessoas entre feridos e tripulantes a bordo. Embora, em algum momento, o mesmo tenha ficado exposto, o passar do tempo e o descuido sobre o que poderia ser um museu histórico o deixou novamente enterrado.

 

6- A árvore sobre uma chaminé

PY 6

 

“A natureza faz seu caminho”. Assim põe em evidência uma árvore solitária que se prendeu em cima de uma antiga chaminé da companhia Ka’aguy Kupe, situada no caminho que une as cidades de Luque e Mariano Roque Alonso, zona do aeroporto, departamento central.

Há mais de 20 anos, esse rebelde exemplar da flora fez seu caminho sobre uma antiga chaminé.

Recentemente, incluiu-se essa obra da natureza entre os 33 locais abandonados mais belos do mundo.

 

7- Cerro Kõi e suas rochas hexagonais

PY 7

 

A singularidade que apresentam as formas colunares hexagonais dos arenitos no cerro Kõi de Areguá se converte em um grande atrativo para turistas de todo o mundo. No ano de 2009, foi nomeado como monumento nacional.

Segundo os especialistas, o Kõi adquiriu forma de estruturas hexagonais por ter sido calcinado por um material magmático ascendente, o que produziu a peculiar forma.

 

8- Castelo em Colonia Independencia

PY 8

 

Com 18 metros de altura e 150 metros de diâmetro, destaca-se na zona de Colonia Independencia, departamento de Guairá, o castelo conhecido como “Castelo Echauri”. Essa estrutura construída em sua maior parte de pedras foi desenhada por Guillermo Echauri.

O castelo possui uma estrutura cilíndrica com vários pisos habitáveis. Além disso, conta com uma perfeita vista do Valle de Colonia Independencia misturado com os verdes picos da Cordilheira do Ybytyruzú.

Essa peculiar estrutura chama a atenção de todos aqueles que visitam a cidade de Colonia Independencia. Também é conhecido como o “Castelo do Ybytyruzú” ou “Castelo Colonia Independencia”.

 

9- Um pedaço do mar em Amambay

PY 9

 

O lago Ojo de Mar (“Olho de Mar”), situado nos recônditos de Bella Vista Norte (a cerca de 50 quilômetros), departamento de Amambay, na zona conhecida como Colonia Pedro Juan Caballero, sem dúvida alguma é um dos locais mais assombrosos com os quais conta o Paraguai.

Esse lago surgiu naturalmente após uma erupção vulcânica. Em todos os seus arredores, pode-se visualizar uma grande vegetação subtropical.

A água do lago é cristalina, com certa coloração esverdeada, e até agora não se conhece sua profundidade. Possui 100 metros de diâmetro, onde se pode notar uma perfeita vazão que não cessa em nenhum momento do ano.

 

10- A reserva ecológica mais valiosa do planeta

PY 10

 

Uma das reservas naturais mais valiosas do mundo se situa em Santa Rosa del Aguaray, San Pedro, onde o capricho da natureza não só permitiu a existência da conhecida “Lagoa Branca”.

Nessa zona, encontram-se quatro ecossistemas: o bosque fechado, o atlântico, a lagoa e uma transição entre ambos os tipos de bosques, que é única no mundo.

Essa riqueza acolhe uma das aves mais raras e em perigo de extinção, o yby yaú morotî ou ataja caminos ala blanca (Eleothreptus candicans). Ademais, nessas terras, encontra-se a anaconda verde mboi jaguá (Eunectus murinus). Nesse território, existem milhares de espécies de animais e a maior variedade de répteis e anfíbios do país. Inclusive biólogos escoceses, ingleses e norte-americanos decidiram se instalar no local para realizar investigações científicas.

 

Anúncios

Sobre paraguaiteete

O Núcleo Cultural Guarani “Paraguay Teete” nasceu em junho de 2009 em São Paulo, Brasil, da mão de admiradores da cultura guarani residentes nessa cidade para difundir a rica cultura da República do Paraguai. Dentre os principais objetivos do Núcleo, podemos destacar: 1. Gerar uma imagem diferente daquela que muitos brasileiros têm do país (como por exemplo, a ideia de que o Paraguai se reduz a Ciudad del Este) por meios de eventos culturais tais como apresentações de documentários, palestras, gastronomia, música e cursos. 2. Fortalecer a identidade cultural de paraguaios e descendentes residentes no Brasil por meio da difusão permanente da cultura e da língua Guarani. 3. Proporcionar espaços e contatos para os profissionais paraguaios das diferentes modalidades artísticas, dando-lhes a possibilidade de ter acesso ao rico circuito cultural brasileiro e, em contrapartida, oferecer a mesma oportunidade para brasileiros que queiram conhecer ou desfrutar da autêntica cultura paraguaia. 4. Defender a dignidade, a imagem e a história do Paraguai e dos seus descendentes perante situações discriminatórias, tratos pejorativos, piadas e chacotas que a mídia do Brasil vem produzindo constantemente. 5. Acionar a Polícia Federal contra criminoso que usam a internet para caluniar com comentários racistas que violem a Lei Nº 7.716/89: Art. 1° diz “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. Assim como o Art. 20° que diz “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. El Núcleo en castellano: El Núcleo Cultural Guaraní "Paraguay Teete" nació en junio de 2009 en la ciudad de São Paulo, Brasil, de la mano de admiradores de la cultura guarani residentes en esta ciudad para difundir la rica cultura de la República del Paraguay. Entre los objetivos se encuentran: 1. Generar una imagen diferente de la que los brasileños tienen del país (entre otras ideas de que piensan que Paraguay se reduce a Ciudad del Este). 2. Fortalecer la identidad cultural del paraguayo y de sus desendientes residentes en el Brasil a través de la difusión permanente de la Cultura Guaraní resaltando siempre el idioma Guaraní. 3. Proporcionar espacios y contactos para los profesionales de las diferentes modalidades artísticas, dándoles la posibilidad de acceder al rico circuito cultural brasileño y a
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s