Falando a Verdade

Falando a Verdade (Entrevistas)
O Paraguai por sua própria voz

Não há melhor maneira de se conhecer o verdadeiro Paraguai senão através de sua própria gente.
Tendo isso em mente, decidimos criar esta nova seção em nosso blog, em coincidência com seus 5 anos de existência. Nela, desejamos publicar periodicamente uma entrevista com um paraguaio diferente, de modo a tratarmos dos mais variados âmbitos que compõem o cotidiano do país, tais como o político, o cultural, o social e o econômico, entre outros.
As entrevistas – publicadas em vídeo (no caso, com duração prevista de 15 a 20 minutos) ou em texto escrito – devem ser feitas com base em um tema sugerido. Contudo, deseja-se que as conversas sejam o mais informais possível, o que permitirá que se discutam, ao longo delas, outros assuntos que não aqueles inicialmente propostos.
De maneira simples e transparente, e sem falsos e desnecessários formalismos, queremos ter aqui um espaço aberto às vozes daqueles que, dia a dia, constroem o Paraguai, de modo que esta nova seção se alinhe a um dos objetivos constitutivos do Paraguai Teete, a dizer, a promoção do verdadeiro Paraguai aos brasileiros.
Estamos totalmente abertos a sugestões de assuntos e entrevistados, sendo essa uma contribuição muito necessária e desejada por nós. Para isso, basta deixar um comentário em postagens referentes a esta seção ou contatar-nos através de nosso e-mail ou perfil no Facebook.
Todas as matérias publicadas são inéditas e de nossa responsabilidade.

En castellano:

Hablando la Verdad (Entrevistas)
El Paraguay por su propia voz

No hay mejor manera de conocerse al verdadero Paraguay sino a través de su propia gente.
Con ello en mente, hemos decidido crear esta nueva sección en nuestro blog, en coincidencia a sus 5 años de existencia. En ella, deseamos publicar periódicamente una entrevista con un paraguayo diferente, de modo que tratemos de los más variados ámbitos que componen el cotidiano del país, tales como el político, el cultural, el social y el económico, entre otros.
Las entrevistas – publicadas en video (en el caso, con duración prevista de 15 a 20 minutos) o en texto escrito – deben ser hechas con base en un tema sugerido. Sin embargo, se desea que las conversaciones sean lo más informales posible, lo que permitirá que se discutan, a lo largo de ellas, otros asuntos que no aquellos inicialmente propuestos.
De manera simple y transparente, y sin falsos y desnecesarios formalismos, queremos tener aquí un espacio abierto a las voces de aquellos que, día a día, construyen al Paraguay, de modo que esta nueva sección se alinee a uno de los objetivos constitutivos del Paraguai Teete, es decir, la promoción del verdadero Paraguay a los brasileños.
Estamos totalmente abiertos a sugerencias de asuntos y entrevistados, siendo esa una contribución muy necesaria y deseada por nosotros. Para eso, basta dejar un comentario en publicaciones referentes a esta sección o contactarnos a través de nuestro e-mail o perfil en Facebook.
Todas las materias publicadas son inéditas y de nuestra responsabilidad.

Entrevistas:

1) “Quando subo no palco, sinto que todo o Paraguai está conosco”

Entrevista com Miguel Angel Cantero, integrante do grupo de dança paraguaia Alma Guarani.

Angel Cantero

Resumo: O Grupo Folklórico Alma Guarani foi formado ainda na década de 1990, em São Paulo, por iniciativa de imigrantes paraguaios que queriam representar seu país nas festividades culturais promovidas pela Pastoral do Migrante na cidade. O projeto, contudo, foi além das expectativas. Hoje, o grupo conta com mais de 30 integrantes, incluindo pessoas de outras nacionalidades, como argentinos, bolivianos e brasileiros, e tem uma agenda repleta de apresentações na capital paulista e em cidades próximas do interior do estado. Para nos contar mais sobre essa longa história, conversamos com Miguel Angel Cantero, um dos dançarinos do Alma Guarani, quem, gentilmente, também nos deu um emocionante relato sobre sua chegada ao Brasil e seu ingresso ao grupo.

Link de acesso à entrevista: https://paraguaiteete.wordpress.com/2014/10/07/quando-subo-no-palco-sinto-que-todo-o-paraguai-esta-conosco/

 

2) “A alma e a palavra não se separam” – A preservação da língua guarani no século XXI

Entrevista com Miguel Ángel Verón, linguista, diretor geral da Fundação Yvy Marãe’ỹ, membro de número do Guarani Ñe’ẽ Rerekuapavẽ (Academia da Língua Guarani), diretor do Ateneu de Língua e Cultura Guarani, na cidade paraguaia de San Lorenzo, e professor da Universidade Nacional de Asunción.

Miguel Ángel Verón - foto

Resumo: O guarani, de acordo com estatísticas recentes, segue sendo o idioma mais falado no Paraguai. Apesar disso, sua preservação se vê ameaçada por fatores como o seu baixo uso na esfera pública e a queda nos casos em que mães e pais paraguaios residentes tanto no próprio país como no exterior repassam a língua a seus filhos. A debilitação do guarani, além de prejudicar a vida daqueles que se comunicam apenas através dele – caso de camponeses forçados a migrar de zonas interioranas a grandes núcleos urbanos em decorrência da perda de terras para a expansão do agronegócio monocultor, enfrentando dificuldades de inserção no mercado de trabalho ao não ter o domínio do castelhano ou da língua de outro país ao qual possam emigrar –, acarreta em incomensurável perda cultural e identitária aos habitantes e imigrantes do Paraguai, cuja forma de pensar está fortemente calcada no que o idioma lhes proporcionou ao longo de tanto tempo. A reversão deste quadro, contudo, é possível e poderia ocorrer com planejamento linguístico adequado e com a própria aplicação de instrumentos já existentes – caso da chamada Lei de Línguas, de 2010 –, como nos conta o linguista e professor Miguel Ángel Verón.

Link de acesso à entrevista:  https://paraguaiteete.wordpress.com/2016/04/06/a-alma-e-a-palavra-nao-se-separam-a-preservacao-da-lingua-guarani-no-seculo-xxi/

Versión en castellano: https://paraguaiteete.wordpress.com/2016/04/25/el-alma-y-la-palabra-no-se-separan-la-preservacion-de-la-lengua-guarani-en-el-siglo-xxi/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s